quinta-feira, dezembro 06, 2001

Depois da tempestade vem a bonança


Um dia eu pensei....
Que o Amor era lindo!
Tive sorte....
Cheguei a pensar...
Ok, sendo menos pessimista,
Eu senti que o Amor era linda!
Mas passado pouco tempo, descobri que o céu nem sempre estava limpo.
Vieram nuvens e taparam o sol.
Vieram mais nuvens e taparam a lua e as estrelas.
Tão pequeninas e nem essas escaparam, também ficaram tapadas!
Então veio...
A primeira lágrima de chuva e seguiram-se muitas mais...
Vieram chuveiros fortes e pesados, daqueles que nos entristecem a alma.
Vieram raios e trovões, atingiram o coração e houve uma descarga de energia...
E o vento veio?
Claro que sim!
Ventos fortes a muuuuiiiiinntos quilómetros por hora, dos que derrubam tudo o que se lhes passa pela frente,
Nada ficará como dantes...
Sentimentos quebrados,
Valores partidos,
Coração desfeito...
É claro que também veio o frio, a frieza das palavras,
O gelo nas acções...
Com tanto frio caiu a neve, um nevão...
Tornou-se num lindo, fofo, alto e maravilhoso tapete branco, para “tapar” toda a tempestade que devastou tudo...
E como depois da tempestade vem a bonança...
O sol vai brilhar de novo
E a lua e as estrelas vão iluminar novamente o céu...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home